terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

A Cruz

Deus abriu os olhos de seu coração, Ele o fez perceber por meio de sua fronte, suas mãos, seus pés perfurados pelos cravos, sofrimento e amor vertendo, descendo, fluindo misturados. Não há momento na vida de uma pessoa que seja mais sagrado e mais santo do que esse momento em que Deus transporta você até a cruz, porque é lá que aconteceu o momento mais importante de toda história.

A cruz era um instrumento de tortura usado somente para pecadores e criminosos, ela não foi feita para este perfeito Filho de Deus. Então diante da cruz é mister que você pergunte, porque, porque o meu salvador está sendo crucificado?

Paulo disse: “Deus fez tornar-se pecado por nós, Aquele que não conheceu pecado para que nos tornássemos Nele, justiça de Deus”. Nesse momento Deus pode abrir os olhos de seu coração para que lá você sinta que naquela cruz, Jesus tomou o lugar de alguém que deveria ter estado lá naquele dia, este alguém é você, Jesus tomou o nosso lugar, mas nesse momento nós devemos nos imaginar lá.

Nosso pecado foi tão sério aos olhos de Deus, que a única solução foi Jesus ter morrido em nosso lugar. Então, o amor de Deus, Ele nos amou de tal maneira que deu seu Filho Único, e Deus disse: “Filho, toma o lugar daquele ou daquela”, e , naquele momento Cristo morreu pelo seu pecado e pelo meu pecado. Paulo disse que depois de ter conhecido a cruz, que não havia mais nada que ele gostaria de conhecer, a não ser a cruz de Cristo.

Não quero que a sua fé se estabeleça sob a sabedoria de homens disse Paulo, mas quero que ela se firme sobre o poder de Deus. E quando Paulo deixou que o resto de sua vida fosse modelado pelo poder da cruz, ele chegou a um ponto em sua vida que ele disse: “fui crucificado para o mundo e o mundo crucificado para mim”.

Portanto, aqui estamos nós diante da cruz, de onde sofrimento e amor brotam, fluem, descem até nós e agora Ele está dentro de nossas vidas e para alguns, Ele está dizendo: “Você não gostaria de negar-se a si mesmo, tomar a sua cruz e seguir-me?” O único tipo de resposta que eu conheço digna da morte do Filho de Deus, é uma resposta total e completa: “eis-me aqui Senhor, isso é o mínimo que eu posso dar em troca desse tão grande amor que manifestastes por mim através de Cristo, entrego-te minha vida para que eu a receba de volta renovada e assim possa te seguir”.

Eu não sei aonde Deus levará você, aqueles que estiveram no pé da cruz nos dias de Cristo também não sabiam, mas o Senhor sabia, e quando nosso Senhor da cruz falando com o pai diz: “Ó Pai perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem”. Porém, havia um grupo pequeno no pé da cruz que deveria estar entendendo o que estava acontecendo, o Senhor deles estava tomando os seus lugares para que pudessem ser libertos do poder do pecado para então serem redirecionados pelo Senhor e poderem ser levados por Ele por todas as partes do mundo.

Há alguns de vocês, Deus está tentando dizer: “Você nunca respondeu ao meu amor, não é verdade? Tenho atraído você, mudado você, Eu abri seu coração, você me entendeu, mas você nunca me disse ‘sim’. Eu quero que você me diga ‘sim’, sim para o meu filho, sim Senhor, remove o meu pecado dá-me tua justificação e permita que eu seja Teu”.

Há outros que tem vivido de forma tão trivial, medíocre, que ninguém percebe que um dia você respondeu positivamente ao Filho de Deus na cruz. E de repente você está dizendo em seu coração: “Meu Deus, minha vida, meu viver não tem refletido a cruz de Cristo, tenho vivido em busca do prazer”. Mas agora você está sentindo o Senhor dizer: “Chega, nunca mais”.

Assim, chegamos àquele momento em que a única resposta digna de ser dada ao Filho de Deus é: “Eis aqui minha vida, eis aqui a minha alma, eis aqui meu tudo”. Ó, que haja festa no Céu, porque Deus abriu os olhos de nossos corações para que entendêssemos. Temos visto o Seu povo entender e tendo entendido, dissemos do fundo de nosso coração: “sim Senhor, tudo o que há em mim, tudo a respeito de mim é Teu, agora Senhor quero saber o que queres fazer comigo e com minha vida, a resposta é sim”.

Siga o mover e o guiar de Deus, que tem se manifestado dentro de você durante toda esta cantata, pois o momento chegou, o momento mais importante de todos, quando respondemos com o único tipo de resposta que é digna de ser dada ao amor maior, o tão grande amor de Deus, visto na cruz do calvário: “O meu tudo é Teu”.

A cruz está agora diante de você, Deus a colocou ai diante de você, a única compulsão que você sente em seu coração é o amor de Cristo. Alguns de vocês precisam vir imediatamente à frente, ajoelhar diante do altar de Deus. Outros precisam vir para derramarem-se diante Dele e abrir o coração ao Salvador. Ainda outros, sentem que devem permanecer no local onde estão, nem conseguem se mexer, pois o Senhor esta lidando com eles agora.

Mesmo ai onde você está, você pode responder com o seu coração ao Senhor. Esse é o momento mais sagrado de toda a sua vida.

Agora vou deixar você a sós com o Senhor, que está chamando você a responder ao Seu amor. Gostaria, porém, que você soubesse: “Eu estou orando com você, enquanto você toma a sua decisão”.
__________________

Este texto não é meu, recebi-o em forma de uma cantata. Mas de tão poderoso que é, resolvi torná-lo público através do Blog da Vida Eterna, fazendo dele o grito de chamamento para que todos os povos venham à Cruz de Cristo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário