sábado, 11 de fevereiro de 2017

Guiado e cuidado pelo Espírito Santo

O ano era 1994, eu estava passando por um momento muito difícil na minha vida profissional, e foi nesta época que conheci  um pessoal da renovação carismática da cidade de Cianorte que veio ministrar um encontro de casais aqui em Barbosa Ferraz.

Foi um encontro muito emocionante, muito cheio da presença do Espírito Santo e do amor das pessoas, umas pelas outras. Lembro-me especialmente do abraço carinhoso e emocionado que recebi do já falecido Jair, que chamávamos carinhosamente de Jair da Celinha.

Depois deste encontro, passamos a acompanhar o pessoal de Cianorte aonde quer que eles fossem ministrar encontros. Passados alguns meses, ainda no ano de 1994, consegui um emprego e adivinhem aonde? Na cidade de Cianorte, e a empresa ficava a poucos metros da casa do senhor Nelson, um dos líderes da renovação carismática que ministrou o encontro em Barbosa Ferraz.

Este emprego me propiciou uma nova e melhor condição financeira, e isso espiritualmente foi muito ruim para mim, pois quanto mais dinheiro eu ganhava mais longe de Deus eu ficava, chegando ao ponto de abandonar completamente a vida com Ele.

O ano era 2016, mais exatamente o mês de novembro, fui convidado  para integrar a equipe do novo prefeito de nossa cidade. Ao orar pedindo orientação a Deus sobre este desafio, percebi nitidamente a resposta que me foi dada através do Santo Espírito:

“Este trabalho para o qual você foi convidado não é apenas mais um trabalho, é uma  oportunidade de vida, preste atenção, você está voltando à sua primeira profissão, aquela  que você abandonou para ir atrás de “ganhar” mais dinheiro. Seu novo emprego é na sua cidade natal, então agora você terá a oportunidade de ser um bom profissional, bom cidadão, bom filho, bom marido, bom pai, enfim, não é mais só um trabalho, é uma nova oportunidade de vida. Ao conseguir ser bom nestas coisas do mundo, você poderá tornar-se um bom seguidor de Jesus Cristo”.

Naquela noite, quinta feira, era noite de célula, e lá durante a oração, mais uma vez senti o Espírito Santo me repetindo aquelas mesmas palavras, e isso se repetiu na semana seguinte, novamente na célula de quinta feira.

Hoje, fevereiro de 2017, fui despertado com a consciência de que estou quase com o pé fora do caminho estreito, quase fora do caminho que me levará a ser um seguidor de Cristo, desta vez não pelo dinheiro, mas sim pelo cansaço de uma rotina que me impus e na qual deixei de fora os momentos necessários para minha comunhão com Deus.

Mas o Espírito Santo é zeloso e dedicado à sua missão junto aos homens aqui na Terra e me constrangeu e pela graça divina consegui perceber este desvio de rota. Sei que é da natureza humana buscar afastar-se de Deus, mas esta “liberdade” que temos de poder escolher entre o mundo e Deus é nossa maior inimiga, pois ao fazermos uso dela, ao querermos mostrar que somos livres e podemos fazer o que quisermos, selamos o nosso destino e entregamos a direção da nossa vida ao Diabo e seu bando de asseclas.

Cuidado minha alma, cuidado com o orgulho, cuidado com o que parece um simples cansaço físico, não durma, vigie, fique alerta, o inimigo vem, e vem sem piedade. É na desculpa do cansaço que muitos se apegam para justificar seu distanciamento de Deus, mas uma vez nas garras do ser infernal esta justificativa de nada vale, ele mesmo zomba, dizendo:  “- ser mortal descuidado, não ouviu a Palavra do teu Deus que te mandou vigiar?, Agora tua vida me pertence, tua alma é minha”.

Constrangido pelo Espírito Santo endireitei meus passos, e elevo minha voz para agradecer e dar glórias ao Senhor, Tu és Santo, Santo, Santo, Deus poderoso criador de tudo e de todos e também um pai amoroso e misericordioso que deseja a salvação das suas criaturas.

Em nome de Jesus, inspirado pelo Espírito Santo, obrigado Pai. 

Um comentário:

  1. 1 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

    2 Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

    3 Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

    4 Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;hora de voltar a casa do pai filho.... De uma forma diferente e tratar OK for preciso.

    ResponderExcluir